×

Alerta

JUser: :_load: Não foi possível carregar o utilizador com o ID: 34880

Displaying items by tag: pneumonia pneumocócica

A Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP) lança a sua mais recente campanha de redução de risco contra a gripe e pneumonia pneumocócica. A associação deixa um alerta: as pessoas com doenças crónicas, como a diabetes, têm um risco superior de complicações e mortalidade associadas à gripe e pneumonia pneumocócica, mesmo com uma boa gestão da doença.

Published in Atualidade
segunda-feira, 20 abril 2020 10:09

Semana Europeia da Vacinação arranca hoje

Inicia-se, hoje, a Semana Europeia da Vacinação. Para assinalar a data, o Movimento Doentes pela Vacinação (MOVA) relembra a importância da vacinação “ao longo da vida e, particularmente, a partir dos 65 anos”, destacando a antipneumocócica.

Published in Atualidade
terça-feira, 11 fevereiro 2020 18:43

Pulmonale integra Movimento Doentes pela Vacinação

A Pulmonale – Associação Portuguesa de Luta Contra o Cancro do Pulmão é o membro mais recente do Movimento Doentes pela Vacinação (MOVA), já com 11 entidades associadas. Com a integração da Pulmonale, o MOVA espera chegar a um dos principais grupos de alto risco – doentes com cancro do pulmão.

Published in Atualidade

A gripe aumenta o risco de pneumonia pneumocócica dezenas de vezes. Embora não seja sazonal, e se registem casos de Pneumonia ao longo dos 365 dias do ano, é na época de incidência da gripe que se dá o maior número de episódios. A vacinação antipneumocócica é a melhor forma de prevenir a pneumonia, doença que, todos os dias, leva à morte de 16 pessoas. 

Published in Atualidade
Um ano depois…
Editorial | Susete Simões
Um ano depois…

Corria o ano de 2020. A Primavera estava a desabrochar e os dias mais quentes e longos convidavam a passeios nos jardins e nos parques, a convívios e desportos ao ar livre. Mas quando ela, de facto, chegou, a vida estava em suspenso e tudo o que era básico e que tínhamos como garantido, tinha fugido. Vimos a Primavera através de vidros, os amigos e familiares pelos ecrãs. As ruas desertas, as mensagens nas varandas, as escolas e parques infantis silenciosos. Faz agora um ano.

Mais lidas