Displaying items by tag: mieloma múltiplo

Um estudo realizado em três centros hospitalares do Norte em doentes com mieloma múltiplo e com os seus cuidadores revelou que os pacientes com necessidades emocionais apresentaram pior qualidade de vida, indicou hoje a coordenadora do projeto.

Published in Atualidade

Published in Terapêutica

Especialistas do Porto receberam uma bolsa de 15 mil euros para encontrar biomarcadores que indiquem a resistência a determinados medicamentos por parte de doentes com mieloma múltiplo, um tipo raro de cancro que tem origem nas células plasmáticas.

Published in Atualidade

Comemora-se, em março, o Mês de Consciencialização do Mieloma Múltiplo. 

Published in Atualidade


A primeira bolsa de investigação "O doente com Mieloma Múltiplo no centro da investigação e acesso aos cuidados de saúde", de 8.000 euros, é hoje lançada e aceita candidaturas até 31 de janeiro, anunciaram as entidades promotoras.

A iniciativa, resultante do trabalho conjunto da Associação Portuguesa Contra a Leucemia (APCL) e da Associação Portuguesa de Linfomas e Leucemias (APLL), pretende aumentar o conhecimento dos doentes sobre o mieloma múltiplo, que representa 1% de todos os tipos de cancro e cerca de 10% de todas as doenças malignas do sangue.

Os projetos candidatos, a desenvolver em instituições portuguesas, devem focar-se no doente com mieloma e podem abranger áreas de epidemiologia, literacia, dimensões de qualidade de vida, perceções, necessidades e direitos dos doentes e cuidadores.

As duas associações colaboram conjuntamente para chamar a atenção e aumentar o conhecimento dos doentes com a doença e permitir o desenvolvimento da investigação deste cancro do sangue ainda pouco conhecido pelos portugueses.

Published in Mundo

ipoporto

O presidente da Sociedade Americana do Sangue e Transplante de Medula, Sergio Giralt, disse hoje no IPO/Porto que o novo tratamento do mieloma múltiplo, uma doença hematológica maligna, “é adaptado ao doente e à doença”.

Ou seja, segundo Sergio Giralt, considerado um dos maiores especialistas mundiais nesta área, “a terapêutica é optimizada em função do doente e das características da doença”.

Sergio Giralt falava numa conferência sobre o transplante perfeito no mieloma múltiplo numa conferência sobre “A Ciência e a Ética” organizada pelo IPO/Porto.

Em declarações à Lusa, o director do Serviço de Transplantação de Medula Óssea do IPO/Porto, António Campos, considerou que se trata de “um avanço extraordinário. Os doentes não são todos tratados da mesma maneira, são tratados em função de determinados parâmetros e, assim, conseguimos que os doentes vivam mais e melhor”.

“São definidos grupos de doença, com prognósticos diferentes e a partir daí o tratamento é adaptado em função do grupo de risco em que o doente cai”, explicou.

Segundo António Campos, a abordagem sistematizada para diferentes grupos de doentes, hoje apresentada por Sergio Giralt, dá aos especialistas “uma ideia de como a doença se vai comportar”.

O mieloma múltiplo é um cancro que tem origem nas células plasmáticas, um tipo de glóbulos brancos. A sua incidência anual em Portugal é de 3 casos /100.000 habitantes, sendo a ocorrência mais comum acima dos 60 anos.

O IPO-Porto já fez 493 transplantes em 325 doentes com mieloma múltiplo. O STMO está a assinalar este ano os 25 anos sobre o primeiro transplante, tendo ultrapassado já os dois mil transplantes.

Published in Mundo
Pág. 2 de 2
MGF 2020-30: Desafios e oportunidades
Editorial | Gil Correia
MGF 2020-30: Desafios e oportunidades

Em março de 2020 vivemos a ilusão de que algumas semanas de confinamento nos libertariam para um futuro sem Covid-19. No resto do ano acreditámos que em 2021 a realidade voltaria. Mas, por definição, a crise é uma mudança de paradigma. O normal mudou. Importa que a Medicina Geral e Familiar se adapte e aproveite as oportunidades criadas. A Telemedicina, a desburocratização e um ambiente de informação, amigável flexível e unificado são áreas que me parecem fulcrais na projeção da MGF no futuro.

Mais lidas