Displaying items by tag: eczemas

Num webinar promovido pelo Jornal Médico, com o apoio da LEO Pharma, o especialista em Dermatologia e Venereologia Pedro Mendes Bastos, identificou os desafios sentidos, diariamente, na abordagem dos doentes com dermatite atópica (DA) e outros eczemas, e partilhou estratégias para adaptar as melhores práticas à realidade.

Published in Atualidade

“A dermatite atópica é uma doença que tem tido uma maior visibilidade, nos últimos tempos”, afirmou o especialista em Dermatologia e Venereologia Pedro Mendes Bastos, acrescentando que se trata da doença inflamatória da pele mais frequente, em todo o mundo, apesar de estar, em muitos casos, subdiagnosticada e subtratada.

Published in Atualidade

Os desafios da dermatite atópica (DA) e outros eczemas estiveram no centro de mais uma conversa na web promovida pelo Jornal Médico, que contou com a participação do especialista em Dermatologia e Venereologia Pedro Mendes Bastos.

Published in Atualidade

Os desafios da dermatite atópica (DA) e outros eczemas, em contexto pandémico, serão abordados, esta quinta-feira, dia 28 de maio, às 21:00, pelo especialista em Dermatologia Pedro Mendes Bastos, em mais um Conversas na Web.

Published in Atualidade
Internato centrado na grelha de avaliação curricular: defeito ou virtude?
Editorial | Denise Cunha Velho
Internato centrado na grelha de avaliação curricular: defeito ou virtude?

Sou do tempo em que, na Zona Centro, não se conhecia a grelha de avaliação curricular, do exame final da especialidade. Cada Interno fazia o melhor que sabia e podia, com os conselhos dos seus orientadores e de internos de anos anteriores. Tive a sorte de ter uma orientadora muito dinâmica e que me deu espaço para desenvolver projectos e actividades que me mantiveram motivada, mas o verdadeiro foco sempre foi o de aprender a comunicar o melhor possível com as pessoas que nos procuram e a abordar correctamente os seus problemas. Se me perguntarem se gostaria de ter sabido melhor o que se esperava que fizesse durante os meus três anos de especialidade, responderei afirmativamente, contudo acho que temos vindo a caminhar para o outro extremo.