O Estádio Municipal de Leiria tem a funcionar desde segunda-feira uma Área Dedicada às Doenças Respiratórias para utentes do Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) Pinhal Litoral, divulgou o Centro Hospitalar de Leiria.

Published in Atualidade
O secretário de Estado Adjunto e da Saúde anunciou ontem que vão ser criadas áreas dedicadas a doenças respiratórias para utentes com o vírus SARS-CoV-2 ou sem o novo coronavírus.
Published in Atualidade

A Fibrose Pulmonar Idiopática é uma doença do foro respiratório, para a qual ainda não existem respostas significativas tanto ao nível do tratamento como da cura, sendo uma doença rara e ainda sem cura.

Published in Atualidade

Em Portugal, as doenças respiratórias representam a terceira causa de morte prevendo-se que, até 2030, venham a ocupar o primeiro lugar. Instituído em 2017 pela Forum of International Respiratory Societies (FIRS) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS), também a Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) assinala este dia com o objetivo de consciencializar os portugueses para a problemática das doenças respiratórias.

Published in Atualidade

Em Portugal registam-se cerca de duas mortes por hora devido às doenças respiratórias e neoplasias do mesmo foro, destaca o 13.º relatório do Observatório Nacional das Doenças Respiratórias (ONDR) apresentado hoje no auditório dos Serviços Sociais da Câmara de Lisboa, onde o Jornal Médico esteve presente.

Published in Atualidade

A diabetes mellitus tipo 2 (DMT2) foi pela primeira vez relacionada com a função respiratória durante o sono, num estudo europeu que mostrou que a doença afeta negativamente a respiração durante o sono.

Published in Atualidade

As doenças respiratórias foram responsáveis pela morte de mais de 22 mil pessoas em Portugal, em 2015, um aumento de 24% em relação a 2006, segundo dados do Observatório Nacional das Doenças Respiratórias (ONDR) hoje divulgado.

Published in Atualidade
Pág. 1 de 3
A mudança necessária
Editorial | Jornal Médico
A mudança necessária

Os últimos meses foram vividos por todos nós num contexto absolutamente anormal e inusitado.

Atravessamos tempos difíceis, onde a nossa resistência é colocada à prova em cada dia, realidade que é ainda mais vincada no caso dos médicos e restantes profissionais de saúde. Neste âmbito, os médicos de família merecem certamente uma palavra de especial apreço e reconhecimento, dado o papel absolutamente preponderante que têm vindo a desempenhar no combate à pandemia Covid-19: a esmagadora maioria dos doentes e casos suspeitos está connosco e é seguida por nós.

Mais lidas