Sindicatos representantes dos profissionais de saúde condenaram o encerramento do hospital do SAMS, afirmando que prejudicou milhares de utentes e trabalhadores e provocou uma pressão acrescida no Serviço Nacional de Saúde (SNS). Pediram ainda a averiguação o pedido de lay-off.

Published in Atualidade

O Hospital do SAMS assinala 25 anos de existência, este sábado, com uma discussão sobre a saúde na era digital que acontece no Hotel Myriad, no Parque das Nações, em Lisboa, a partir das 9h00.

Published in Atualidade

Os presidentes da Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica (Apifarma), João Almeida Lopes, da Associação de Distribuidores Farmacêuticos (ADIFA), Diogo Gouveia, e do Serviço de Assistência Médico-social do Sindicato Nacional dos Quadros e Técnicos Bancários (SAMS Quadros), Paulo Gonçalves Marcos, visitam esta quarta-feira, dia 13 de março, a partir das 12 horas, a Farmácia do Largo, em Lisboa, para assinar a Petição Pública “Salvar as Farmácias, Cumprir o SNS”.

Published in Atualidade
terça-feira, 02 outubro 2018 12:36

SAMS abre nova clínica na Amadora

A nova clínica do SAMS na Amadora abre já na próxima segunda-feira, num edifício moderno, situado na Rua Elias Garcia, no centro da Amadora.

Published in Atualidade
quarta-feira, 10 fevereiro 2016 12:53

Universidade Católica lança Pós-Graduação em Dor

Dor
O Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa, em parceria com o SAMS, vai disponibilizar uma pós-graduação em Dor, destinada a todos os profissionais de saúde que pretendam adquirir uma formação interdisciplinar específica neste âmbito.

Esta pós-graduação tem como objetivo ser uma resposta à escassez de formação nesta área, e pretende potenciar o desenvolvimento de renovadas práticas e cuidados aos pacientes, a dinamização de reformulações organizativas dos serviços de saúde, bem como aumentar a investigação científica neste domínio.

Para além da sua componente curricular, a formação engloba um estágio, a decorrer na Unidade de Dor Crónica do Hospital do SAMS, onde os alunos terão a oportunidade de realizar cinco consultas, em especialidades de medicina, psicologia e enfermagem e de uma reunião de grupo.

As inscrições estão abertas até ao dia 21 de março e podem ser realizadas através do correio eletrónico: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

O curso conta com os Patrocínios Científicos da Sociedade Portuguesa de Anestesiologia, da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna, Sociedade Portuguesa de Neurologia, Sociedade Portuguesa de Psicossomática, e com o apoio da Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos e da Grünenthal Portugal.

A Dor, em particular a crónica, é reconhecida como um grave problema de saúde pública com impacto significativo na qualidade de vida das pessoas e enormes custos individuais e sociais. Tendo em conta a elevada prevalência da dor, são indiscutíveis os importantes reflexos que determina nos sistemas de saúde e, considerando os seus custos diretos e indiretos, na própria economia.

Published in Mundo

Mão Médico
Dois sindicatos médicos pediram a intervenção da Direção-geral do Emprego para mediar a negociação do acordo de empresa para os trabalhadores médicos do SAMS (serviço de assistência dos bancários).

Numa carta enviada à Direção-geral do Emprego, o Sindicato Independente dos Médicos e o Sindicato dos Médicos da Zona Sul dão conta das dificuldades negociais com o Sindicato dos Bancários.

Numa nota aos associados, o Sindicato Independente dos Médicos (SIM) lembra que o percurso negocial com o Sindicato dos Bancários “sempre foi conturbado”, remonta a 2011 e que chegou já a ter a intervenção externa da Direção-geral do Emprego.

Em declarações à agência Lusa, o presidente do SIM, Roque da Cunha, considera que “o Sindicato patrão [o dos bancários] teve uma atitude negocial inexplicável”, recorrendo a uma multinacional para tentar negociar o acordo de empresa e a regulamentação específica dos médicos que trabalham no SAMS.

“Reiteradamente os sindicatos médicos solicitaram reunião com a direção do Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas, que não se dignou sequer a responder”, referiu ainda Roque da Cunha.

As negociações para o acordo de empresa começaram em 2011, quando o Sindicato dos Bancários apresentou uma proposta de acordo de empresa para todas as carreiras de forma indiscriminada.

Os sindicatos médicos recusaram, indicando que os trabalhadores médicos deviam ter uma regulamentação coletiva específica, à semelhança do que se passava já com o Serviço Nacional de Saúde.

Published in Mundo
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas