Displaying items by tag: IPO

“Em Portugal, são diagnosticados anualmente cerca de 560 casos. Dois terços em estádios avançados”, relata o IPO Lisboa. Com o objetivo de assinalar o Dia do Cancro do Ovário, o instituto abre as portas do anfiteatro para uma formação presencial, a 9 de maio, dirigida aos internos e especialistas de MGF.

Published in Atualidade
Tagged under
Mais de cinco mil utentes estavam inscritos para cirurgia em dezembro de 2020, 30 por cento dos quais nos institutos portugueses de oncologia (IPO), avançou a ministra da Saúde, Marta Temido.
Published in Atualidade
Tagged under

As crianças com cancro devem ir à escola, por não terem riscos acrescidos de contrair o novo coronavírus na generalidade dos casos, esclareceu hoje o Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa.

Published in Atualidade
quinta-feira, 02 julho 2020 14:09

Covid-19: IPO registou mais de 100 casos

Mais de 100 casos de Covid-19 foram identificados no Instituto Português de Oncologia (IPO) e há quase 80 profissionais de saúde doentes ou em quarentena, avançou a diretora-geral da Saúde.

Published in Atualidade

O Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa vai recorrer aos privados para reduzir a lista de espera em mamografias.

Published in Atualidade
Tagged under
segunda-feira, 05 fevereiro 2018 12:51

Cancro: Nanomedicina vai “mudar paradigma” do tratamento

O oncologista do Instituto Português de Oncologia, Lúcio Lara Santos, afirmou que a Nanomedicina “vai mudar completamente o paradigma” do tratamento do cancro, ao permitir um “ataque cirúrgico” ao tumor sem causar dano aos tecidos normais.

Published in Atualidade

Dar força às crianças com cancro e explicar às outras o que é a doença é o objetivo do livro infantil “A Matilde está Careca”, já à venda, mas que é hoje apresentado formalmente, junto de meninos afetados por esta doença.

 

Published in Atualidade
Tagged under
Internato centrado na grelha de avaliação curricular: defeito ou virtude?
Editorial | Denise Cunha Velho
Internato centrado na grelha de avaliação curricular: defeito ou virtude?

Sou do tempo em que, na Zona Centro, não se conhecia a grelha de avaliação curricular, do exame final da especialidade. Cada Interno fazia o melhor que sabia e podia, com os conselhos dos seus orientadores e de internos de anos anteriores. Tive a sorte de ter uma orientadora muito dinâmica e que me deu espaço para desenvolver projectos e actividades que me mantiveram motivada, mas o verdadeiro foco sempre foi o de aprender a comunicar o melhor possível com as pessoas que nos procuram e a abordar correctamente os seus problemas. Se me perguntarem se gostaria de ter sabido melhor o que se esperava que fizesse durante os meus três anos de especialidade, responderei afirmativamente, contudo acho que temos vindo a caminhar para o outro extremo.