Os hospitais, institutos e unidades locais de saúde EPE do Serviço Nacional de Saúde (SNS) vão ver reforçada já a partir deste ano a sua autonomia de gestão, podendo contratar e substituir pessoal, anunciou hoje o Ministério da Saúde.

Published in Atualidade

Os hospitais vão poder contratar profissionais de saúde para substituir saídas definitivas ou temporárias por mais de 120 dias sem autorização do Governo.

Published in Atualidade

Os hospitais portugueses vão receber gestores dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) para estágios, troca de experiências e aprendizagem mútua, anunciou o presidente da Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH).

Published in Atualidade

O Governo vai dar autonomia a um quarto dos hospitais já no próximo ano. Os mesmos terão capacidade de recrutar e decidir investimentos, mas também responder pelos tempos de espera.

Published in Atualidade
segunda-feira, 06 agosto 2018 10:36

OM vai avaliar códigos de conduta dos hospitais

A Ordem dos Médicos (OM) vai analisar os códigos de conduta ética em vigor nos hospitais do Serviço Nacional de Saúde (SNS), de forma a verificar se atentam contra o direito de denúncia de situações críticas ou de más condições de trabalho.

Published in Atualidade

Os Hospitais do Algarve, de Évora, de Coimbra e o Centro Hospitalar de Lisboa Central (CHLC) são os que estão autorizados a contratar o maior número de médicos recém-especialistas, segundo despachos hoje publicados.

Published in Atualidade

O Tribunal de Contas (TC) recomenda que o Governo faça um financiamento adequado às necessidades dos hospitais, apostando na redução de dívidas acumuladas nas unidades de saúde.

Published in Atualidade

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) advertiu, hoje, que além do Hospital de Santa Maria, em Lisboa, vários hospitais do país estão em risco de encerrar serviços devido à falta de enfermeiros.

Published in Atualidade
Pág. 2 de 3
A mudança necessária
Editorial | Jornal Médico
A mudança necessária

Os últimos meses foram vividos por todos nós num contexto absolutamente anormal e inusitado.

Atravessamos tempos difíceis, onde a nossa resistência é colocada à prova em cada dia, realidade que é ainda mais vincada no caso dos médicos e restantes profissionais de saúde. Neste âmbito, os médicos de família merecem certamente uma palavra de especial apreço e reconhecimento, dado o papel absolutamente preponderante que têm vindo a desempenhar no combate à pandemia Covid-19: a esmagadora maioria dos doentes e casos suspeitos está connosco e é seguida por nós.

Mais lidas