OMS/ICMRA emitem declaração para apoio dos clínicos quanto à segurança e efetividade das vacinas para a COVID-19
DATA
15/06/2022 14:29:25
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

OMS/ICMRA emitem declaração para apoio dos clínicos quanto à segurança e efetividade das vacinas para a COVID-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) e a Coligação Internacional das Autoridades Reguladoras do Medicamento (ICMRA) tomaram uma posição conjunta para apoiar os profissionais de saúde na resposta aos seus doentes sobre questões relacionadas com desenvolvimento, segurança, regulação e monitorização da utilização de vacinas contra a COVID-19.

As organizações explicam que "o reporte de efeitos adversos leva a que algumas pessoas expressem preocupações sobre a vacinação, chegando a adiar ou a negar a vacinação contra a COVID-19”, apontando também para níveis de confiança diferentes consoante os sistemas de monitorização de segurança.

Para estas organizações, deve ser reforçada a confiança e a importância da vacinação nas crianças e mais jovens, com uma perceção diferente sobre o benefício da vacinação, pelo facto de serem populações menos afetadas clinicamente pela COVID-19. 

"Torna-se, por isto, essencial disponibilizar comunicação clara e consistente tanto sobre a evidência, como incertezas, potenciando assim a vacinação da população”, diz a declaração da OMS/IPCMRA, que espelha ainda o papel e importância dos reguladores na supervisão de todo o processo envolvido na vacinação contra a COVID-19.

Consulte a versão integral da posição da OMS/ICMRA, consulte aqui

You've got mail! - quando um aumento da acessibilidade não significa melhoria da acessibilidade
Editorial | António Luz Pereira, Direção da APMGF
You've got mail! - quando um aumento da acessibilidade não significa melhoria da acessibilidade

No ano de 2021, foram realizadas 36 milhões de consultas médicas nos cuidados de saúde primários, mais 10,7% do que em 2020 e mais 14,2% do que em 2019. Ou seja, aproximadamente, a cada segundo foi realizada uma consulta médica.