Passatempo da APMGF vale inscrição dupla para 40.º Encontro Nacional
DATA
28/04/2022 12:49:09
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Passatempo da APMGF vale inscrição dupla para 40.º Encontro Nacional

A Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) vai comemorar o Dia Mundial do Médico de Família, que se assinala a 19 de maio, com vídeos que retratem a realidade destes profissionais de saúde. Sob o mote “sempre próximo para cuidar”, lança o desafio aos médicos de família de realizarem um vídeo livre e ganharem uma inscrição dupla para o 40.º Encontro Nacional de Medicina Geral e Familiar.

 

 

“Os vídeos candidatos a este prémio poderão ser enviados até às 23h59 do dia 4 de maio de 2022, desde que cumprindo os requisitos definidos pelo Regulamento e acompanhados por Declaração de Autoria e Consentimento e Declaração de Consentimento de Terceiros para Utilização de Imagens, caso esta última condição se aplique”, lê-se em comunicado.

Após o fecho das inscrições, serão selecionados 10 vídeos e divulgados no site e nas redes sociais da APMGF, entre os dias 9 e 18 de maio. O vencedor é divulgado no dia 19 e será “difundida uma breve reportagem com os seus autores”.

Além disso, no dia da celebração, a APMGF organiza ainda uma sessão solene comemorativa em Lisboa, dirigida aos “atores do setor da saúde”, sem exclusão. O objetivo é debater “o papel atual e futuro dos médicos de família no sistema de saúde e sociedade portuguesa”.

Internato centrado na grelha de avaliação curricular: defeito ou virtude?
Editorial | Denise Cunha Velho
Internato centrado na grelha de avaliação curricular: defeito ou virtude?

Sou do tempo em que, na Zona Centro, não se conhecia a grelha de avaliação curricular, do exame final da especialidade. Cada Interno fazia o melhor que sabia e podia, com os conselhos dos seus orientadores e de internos de anos anteriores. Tive a sorte de ter uma orientadora muito dinâmica e que me deu espaço para desenvolver projectos e actividades que me mantiveram motivada, mas o verdadeiro foco sempre foi o de aprender a comunicar o melhor possível com as pessoas que nos procuram e a abordar correctamente os seus problemas. Se me perguntarem se gostaria de ter sabido melhor o que se esperava que fizesse durante os meus três anos de especialidade, responderei afirmativamente, contudo acho que temos vindo a caminhar para o outro extremo.