Vacinação contra a gripe alargada a maiores de 50 anos
DATA
24/01/2022 14:19:53
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Vacinação contra a gripe alargada a maiores de 50 anos

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou que alargou a vacinação contra a gripe às pessoas com mais de 50 anos, que poderão vacinar-se através da modalidade Casa Aberta, tirando senha digital, ou através do autoagendamento.

Segundo comunicado da DGS, esta medida, com efeito imediato, “tem caráter excecional, perante o contexto da pandemia, e justifica-se numa altura em que as temperaturas se mantêm baixas”, apontando que “adicionalmente, está já vacinada a maior parte da população vulnerável e prioritária”.

Pode ainda ler-se no comunicado que os centros de saúde e as Unidades de Saúde Familiar (USF) “terão ainda um reforço no stock de mais vacinas, de forma a poderem vacinar pessoas pertencentes a grupos de risco sem necessidade de prescrição médica”.

Em dezembro já tinha sido alargada a vacinação gratuita contra a gripe aos cidadãos entre os 60 e os 64 anos, grupo a quem já estava recomendada a vacinação, mas que tinha de adquirir a vacina na farmácia.

A DGS lembra ainda que a vacinação “é a melhor forma de proteção contra a doença grave, internamentos e morte”, reforçando o apelo para que as pessoas que ainda não estão vacinadas, procedam ao seu agendamento.

Preparados para o Futuro? // Preparar o Futuro
Editorial | Conceição Outeirinho
Preparados para o Futuro? // Preparar o Futuro

O início da segunda década deste século, foram anos de testagem. Prova intensa, e avassaladora aos serviços de saúde e aos seus profissionais, determinada pelo contexto pandémico. As fragilidades do sistema de saúde revelaram-se de modo mais acentuado, mas por outro lado, deu a conhecer o nível de capacidade de resposta, nomeadamente dos seus profissionais.