#sejamestrelas
DATA
17/01/2022 14:34:53
AUTOR
António Luz Pereira
ETIQUETAS


#sejamestrelas

Ciclicamente as capas dos jornais são preenchidas com o número de novos médicos. Por instantes todos prestam atenção aos números. Sim, para muitos são apenas números. Para nós, são colegas que se decidiram pelo compromisso com os utentes nas mais diversas áreas. Por isso, queremos deixar a todos, mas especialmente aqueles que abraçaram este ano a melhor especialidade do Mundo uma mensagem: “Sejam Estrelas”.

Sê estrela para todos os utentes com quem te cruzes, está sempre junto deles, sê calor, sê luz, sê vida. Assiste, trata, acompanha sempre.

Sê estrela para todos os teus colegas, para o teu orientador, para todos os profissionais de saúde que vais conhecer nesta caminhada, sê estrela na tua Unidade.

Deixa uma marca positiva neles, cativa e deixa-te cativar. Mostra novos caminhos, novas formas de trabalhar.

Por vezes vais sentir que tens sob tua responsabilidade todo o universo e mais além. Que todos os problemas só podem ser resolvidos por ti. Que não tens energia para continuar a iluminar. Ser estrela não é fácil, é ter de brilhar ininterruptamente todos os dias, todas as semanas, todos os meses.

Mas não estarás só. Há muitas outras estrelas, constelações inteiras prontas a ajudar.

Por vezes também podes sentir que ninguém repara no teu brilho, que apesar da tua energia, o teu trabalho não é reconhecido. Sim, há dias em que as nuvens ou o nevoeiro dificultam a observação das estrelas. Em que dizem que o teu brilho não é suficiente, que não tens coragem suficiente, que tens de fazer ainda mais. É duro, nós sabemos, e também lutamos contigo diariamente contra esse obscurantismo.

Mas confia, as nuvens passam, o nevoeiro desaparece.

Mas as estrelas estão sempre lá. Permanecem apesar de todas as mudanças.

Ser estrela é um desafio, mas principalmente uma recompensa. Uma recompensa por ser estrela de tantos utentes, acompanhar gerações, fazer a diferença em tantos momentos. Ser luz, ser calor.

É isto ser Médico de Família.

Sejam Bem-vindos. #sejamestrelas

Para aqueles que estão agora a dar os primeiros passos na Medicina Geral e Familiar, é importante apresentarmo-nos.

A APMGF, que comemora este ano os seus 38 anos, é a sociedade científica e sócio-profissional da Medicina Geral e Familiar e tem por missão contribuir para a melhoria da qualidade do exercício e da realização profissional dos médicos de família.

Promovemos eventos que são referência nacional, tal como o Encontro Nacional de MGF. E de forma a dar as boas-vindas aos novos internos, mais uma vez a APMGF oferece a inscrição no 39º Encontro Nacional, que decorrerá em Aveiro entre 30 de Março e 2 de Abril 2022 àqueles que se tornem nossos associados.

Autonomizamos o Encontro de Internos e Jovens Médicos de Família, construído em estreita colaboração com todas as comissões de internos. Um fórum de partilha e discussão, indo ao encontro das suas motivações e expectativas, que este ano decorrerá no Outono de 2022.

Salientamos também as Escolas de Primavera e as Escolas de Outono. Dois momentos formativos completamente independentes da indústria farmacêutica em que anualmente desenvolvemos temas relevantes para a nossa prática clínica.

Com mais de vinte Grupos de Estudo, em áreas diversas como: comportamentos aditivos, sexualidade, dor, doenças respiratórias, diabetes ou idosos e também com Revista Portuguesa de Medicina Geral e Familiar, uma publicação científica isenta, rigorosa e atual que contribui para o desenvolvimento da nossa especialidade, procuramos corresponder às áreas de interesse dos nossos associados.

Temos também inúmeras publicações no nosso site que contam a história da nossa especialidade, como o chamado Livro Azul, a Declaração da Madeira ou a Definição Europeia de MGF da EURACT. Além disso, documentos clínicos, sobre a consulta como “A consulta em 7 passos” ou sobre a investigação como a “Investigação Passo a Passo” e diversas fichas técnicas de apoio à prática clínica.

Temos um intenso relacionamento internacional, em que destaco o Movimento Vasco da Gama, movimento europeu especialmente dedicado aos internos e jovens médicos de família, e em que Portugal esteve sempre muito activo.

Promovemos activamente o ajuste do mapa de vagas do internato às necessidades da população de forma a evitar que estes se formem num local, que tenham a expectativa de se manter nesse local e que no final do internato seja pedido que se desloquem centenas de quilómetros de forma a colmatar falhas de planeamento.

Lutamos pela melhoria das condições de trabalho e do investimento na carreira médica.

Neste momento somos mais de quatro mil sócios, mas queremos e podemos ser mais ainda. Vem connosco, vem ser APMGF.

Preparados para o Futuro? // Preparar o Futuro
Editorial | Conceição Outeirinho
Preparados para o Futuro? // Preparar o Futuro

O início da segunda década deste século, foram anos de testagem. Prova intensa, e avassaladora aos serviços de saúde e aos seus profissionais, determinada pelo contexto pandémico. As fragilidades do sistema de saúde revelaram-se de modo mais acentuado, mas por outro lado, deu a conhecer o nível de capacidade de resposta, nomeadamente dos seus profissionais.