Lélita Santos assume presidência da SPMI
DATA
07/10/2021 09:45:35
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Lélita Santos assume presidência da SPMI

Lélita Santos é a nova presidente da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI), para o triénio 2021-2024, substituindo João Araújo Correia.

“Temos consciência de que nos propomos coordenar os destinos de uma das maiores sociedades científicas do País, que completa os seus 70 anos já no próximo mês de dezembro. Os membros desta direção estão empenhados em continuar a desenvolver os projetos das anteriores acrescentando-lhes novas ideias, que farão parte dos objetivos a atingir para o triénio 2021-2024”, afirma a nova presidente da SPMI.

A aposta na formação, o apoio ao desenvolvimento de redes de cooperação entre os núcleos de estudo e a criação ou adaptação de recomendações clínicas, o incentivo à criação de registos de patologias ou entidades clínicas e a realização do levantamento dos diferentes serviços ou unidades, nacionais e internacionais, que garantam formação de qualidade são as principais metas programáticas da SPMI para os próximos três anos.

A nível externo, a nova direção está disponível para aprofundar a cooperação com outras sociedades e entidades científicas. No mesmo sentido, pretende “colaborar ativamente com as associações de doentes, reforçar sinergias com a Associação Portuguesa dos Administradores Hospitalares (APAH), incentivar a proximidade com as instituições académicas, estimular as relações institucionais junto dos órgãos técnicos e decisores políticos e manter o diálogo com o Colégio da Especialidade de Medicina Interna, contribuindo para a discussão sobre a qualidade da formação dos Internos de Especialidade e a formação contínua dos especialistas”, conforme comunicado enviado.

Lélita Santos é doutorada em Medicina Interna pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC), assistente graduada sénior de Medicina Interna no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC), onde é coordenadora da Consulta de Doenças Autoimunes Sistémicas e da Consulta de Nutrição Clínica. Foi vice-presidente da SPMI durante a presidência de João Araújo Correia.

Governação Clínica
Editorial | Joana Romeira Torres
Governação Clínica

O Serviço Nacional de Saúde em Portugal foi criado e cresceu numa matriz de gestão napoleónica, baseada numa forte regulamentação, hierarquização e subordinação ao poder executivo, tendo como objeto leis e regulamentos para reger a atividade de serviços públicos no geral, existindo ausência de regulamentação relativa à sua articulação com os serviços sociais e económicos.

Mais lidas