Distinguido projeto inovador do INEM
DATA
30/07/2021 16:44:43
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Distinguido projeto inovador do INEM

“Emergências paliativas, pontes para a resposta”, projeto da autoria do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), foi premiado pela Fundação “la Caixa”. Uma distinção atribuída no âmbito do Concurso Projetos Inovadores de Intervenção em Cuidados Paliativos.

Desenvolvido pela direção de Enfermagem do INEM, o projeto que mereceu o reconhecimento da Fundação “la Caixa” foi desenhado para “melhorar o atendimento de pessoas idosas e com doença incurável agudizada em Portugal continental, garantindo que sejam sinalizadas desde o momento que contactam (…) o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU), através do Número Europeu de Emergência (112)”. Assim, será possível evitar transportes desnecessários aos serviços de urgência hospitalar e otimizar o acesso deste grupo de pessoas a cuidados de saúde de qualidade.

Este projeto é “o início da construção de pontes entre o sistema de emergência e as equipas de cuidados paliativos”, destaca a referida direção de Enfermagem, e a sua implementação “permitirá aumentar a qualidade dos cuidados de saúde prestados pelo INEM à população portuguesa”, melhorando-se o acesso de um grupo frágil a cuidados diferenciados.

Nesse sentido, o INEM quer envolver a Coordenação Nacional de Cuidados Paliativos na definição de protocolos, procedimentos, circuitos e formação específica. Entretanto, serão elaborados fluxos de triagem específicos para o CODU, bem como protocolos de atuação para os profissionais de Enfermagem que desempenham funções nas ambulâncias de Suporte Imediato de Vida.

Investir na Saúde é também investir na Formação
Editorial | Carlos Mestre
Investir na Saúde é também investir na Formação

Em março de 2021 existia em Portugal continental um total de 898.240 pessoas sem Médico de Família (MF) atribuído, ou seja, 8,7% da população não tem um acompanhamento regular com todas as medidas preventivas e curativas inerentes ao papel do especialista em Medicina Geral e Familiar (MGF).

Mais lidas