CHUA já utiliza procedimento não invasivo para tratamento de glaucoma
DATA
23/06/2021 14:09:44
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



CHUA já utiliza procedimento não invasivo para tratamento de glaucoma

O Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) realizou, durante esta semana, duas intervenções para tratamento do glaucoma, com recurso a uma técnica não invasiva. O novo procedimento passa a estar, a partir de agora, disponível no CHUA.

Realizadas pela equipa do Serviço de Oftalmologia de Portimão, as cirurgias de ablação ultrassónica do corpo ciliar permitem tratar a pressão intraocular elevada, que conduz ao glaucoma, evitando o agravamento da doença - em casos graves, pode levar à perda severa de visão ou mesmo a uma situação de cegueira irreversível.

“Este procedimento, ao contrário dos outros tratamentos cirúrgicos preconizados para o tratamento do glaucoma, tem a vantagem de ser não invasivo, anulando assim as complicações dos procedimentos típicos que criam cirurgicamente uma ‘abertura’ (fístula) para drenar o líquido, o que acarreta sempre riscos de infeção associados, que por vezes podem ser graves”. A explicação é dado pelo médico oftalmologista que realizou a intervenção, Filipe Isidro, acrescentando que esta técnica salvaguarda o olho, a longo prazo.

MGF 2020-30: Desafios e oportunidades
Editorial | Gil Correia
MGF 2020-30: Desafios e oportunidades

Em março de 2020 vivemos a ilusão de que algumas semanas de confinamento nos libertariam para um futuro sem Covid-19. No resto do ano acreditámos que em 2021 a realidade voltaria. Mas, por definição, a crise é uma mudança de paradigma. O normal mudou. Importa que a Medicina Geral e Familiar se adapte e aproveite as oportunidades criadas. A Telemedicina, a desburocratização e um ambiente de informação, amigável flexível e unificado são áreas que me parecem fulcrais na projeção da MGF no futuro.

Mais lidas