Presidente da Sociedade Portuguesa de Cefaleias apresenta recomendações terapêuticas para enxaqueca
DATA
14/06/2021 09:31:55
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Presidente da Sociedade Portuguesa de Cefaleias apresenta recomendações terapêuticas para enxaqueca

A terapêutica sintomática da crise de enxaqueca e o tratamento preventivo da enxaqueca são os dois temas para os quais a neurologista, Elsa Parreira, apresenta as recomendações da Sociedade Portuguesa de Cefaleias (SPC), na plataforma Stop Enxaqueca.

“Regra geral, a terapêutica aguda da enxaqueca deve ser feita de modo universal a todos os doentes”, afirma a especialista, sublinhando que esta deve ser instituída precocemente, devendo ser utilizada uma estratégia estratificada – selecionando o tratamento mais adequado, consoante a intensidade da crise – e usados tratamentos específicos.

No entanto, ressalva que o tratamento agudo não deve ser utilizado com “demasiada frequência” para evitar a cefaleia por uso excessivo de medicação.

“Quando os doentes têm crise frequentes, o ponto mais importante da terapêutica será a terapêutica preventiva e não a aguda”, destaca Elsa Parreira.

Pode ver a apresentação “Recomendações terapêuticas da SPC – Terapêutica Sintomática da Crise de Enxaqueca”, na íntegra, AQUI

Entrando nas recomendações da SPC para a terapêutica preventiva da enxaqueca, a neurologista esclarece que, na enxaqueca episódica, se deve iniciar o tratamento em doentes com crises frequentes – duas crises mensais, ou cerca de 4 dias por mês de cefaleias –, que sejam “suficientemente duradouras e intensas para interferirem de forma significativa nas atividades de vida diárias”.

Por outro lado, existem alguns tipos de enxaqueca que obrigam a um tratamento preventivo, mesmo com crises menos frequentes, nomeadamente: enxaqueca hemiplégica, enxaqueca com aura prolongada, enxaqueca com aura do tronco cerebral, enfarte relacionado com enxaqueca e enxaqueca crónica.

“Em relação à enxaqueca cónica, ao contrário da enxaqueca episódica, todos os doentes têm indicação para profilaxia”, destaca a presidente da SPC.

Assista à apresentação, AQUI, e fique a par dos objetivos do tratamento preventivo da enxaqueca, das regras gerais para prevenção e das terapêuticas recomendadas.

Investir na Saúde é também investir na Formação
Editorial | Carlos Mestre
Investir na Saúde é também investir na Formação

Em março de 2021 existia em Portugal continental um total de 898.240 pessoas sem Médico de Família (MF) atribuído, ou seja, 8,7% da população não tem um acompanhamento regular com todas as medidas preventivas e curativas inerentes ao papel do especialista em Medicina Geral e Familiar (MGF).

Mais lidas