Covid-19: Vacinas usadas na UE protegem contra variante britânica
DATA
27/01/2021 15:23:48
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Covid-19: Vacinas usadas na UE protegem contra variante britânica

A diretora da Agência Europeia do Medicamento (EMA), Emer Cooke, disse esta quarta-feira que as vacinas da Pfizer-BioNtech e da Moderna contra a Covid-19 são eficazes para a variante britânica.

“No que toca às duas vacinas que já foram autorizadas, pedimos às empresas para verificar o efeito das novas variantes no seu desempenho e […], de acordo com os estudos preliminares, estas vacinas continuarão a ser eficazes pelo menos relativamente à variante britânica”, declarou a responsável, em comunicado.

Emer Cooke apontou ainda que “a variante da África do Sul é mais complicada”, razão pela qual é necessário “trabalho adicional para determinar a eficácia destas vacinas” perante esta estirpe.

A diretora do regulador europeu admitiu ser “normal o surgimento de novas variantes do vírus, como acontece com qualquer outro”.

“É uma questão que preocupa a todos, como é que as vacinas vão reagir contra as novas variantes”, concluiu a responsável, em nota enviada.

A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
Editorial | Joana Romeira Torres
A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
A Organização Mundial de Saúde alude que os Cuidados de Saúde Primários (CSP) são cruciais para a obtenção de promoção da saúde a nível global. Neste sentido, a Organização Mundial dos Médicos de Família (WONCA) tem estabelecido estratégias que têm permitido marcar posição dos mesmos na comunidade médica geral.

Mais lidas