Esclerose múltipla e Roche Diagnósticos em destaque no Jornal Médico
DATA
18/01/2021 11:30:50
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Esclerose múltipla e Roche Diagnósticos em destaque no Jornal Médico

O novo consenso nacional para a esclerose múltipla é um dos temas em foco na última edição do Jornal Médico, cuja capa é protagonizada pela diretora-geral da Roche Diagnósticos em Portugal, Nazli Sahafi.

Em entrevista, partilha a intervenção da empresa no atual contexto, bem como a estratégia a longo prazo, na qual a Medicina personalizada assume lugar de relevo.

No que toca à esclerose múltipla, as principais linhas do mais recente consenso nacional para a gestão da doença são abordadas pelo presidente do Grupo de Estudos da Esclerose Múltipla, João Cerqueira; pelo presidente do Colégio de Neurologia da Ordem dos Médicos, José Vale dos Santos; e pelo presidente da Sociedade Portuguesa de Esclerose Múltipla, Alexandre Silva.

A edição começa, porém, com uma retrospetiva de 2020, com sete interlocutores do sistema de saúde a fazerem o balanço do ano a partir de uma única palavra. São eles, o bastonário da Ordem dos Médicos, Miguel Guimarães; a bastonária da Ordem dos Farmacêuticos, Ana Rita Cavaco; a bastonária da Ordem dos Farmacêuticos, Ana Paula Martins; o presidente cessante da APMGF, Rui Nogueira; a porta-voz da Associação Portuguesa dos Administradores Hospitalares, Bárbara Carvalho; a presidente da Plataforma Saúde em Diálogo, Maria do Rosário Zincke dos Reis; e a presidente da Associação Nacional dos Estudantes de Medicina, Mar Mateus da Costa.

Em editorial, também o presidente eleito da APMGF, Nuno Jacinto, olha para 2020 e perspetiva 2021, considerando que o novo ano traz “uma oportunidade de ouro”.

Nesta edição, estão ainda em foco os avanços em matéria de ensaios renais e cardiovasculares, através da especialista em Medicina Interna e diabetes Joana Louro, uma das oradoras do mais recente Gluco Storm.

 As Escolhas de… são do presidente do GAT – Grupo de Ativistas em Tratamento, Luís Mendão.

Há igualmente lugar para a opinião de Lúcio Meneses de Almeida, presidente do Conselho Nacional de Ecologia e Promoção da Saúde da Ordem dos Médicos, e de Rui Cernadas, especialista em Medicina Geral e Familiar.

E, como habitualmente, o Jornal Médico abre as páginas a médicos internos, que partilham a sua experiência sobre a formação.

A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
Editorial | Joana Romeira Torres
A "hiperventilação" dos Cuidados de Saúde Primários
A Organização Mundial de Saúde alude que os Cuidados de Saúde Primários (CSP) são cruciais para a obtenção de promoção da saúde a nível global. Neste sentido, a Organização Mundial dos Médicos de Família (WONCA) tem estabelecido estratégias que têm permitido marcar posição dos mesmos na comunidade médica geral.

Mais lidas