Insuficiência cardíaca e diabetes em discussão no evento virtual “com IC”
DATA
30/11/2020 08:53:37
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Insuficiência cardíaca e diabetes em discussão no evento virtual “com IC”
No dia 10 de dezembro, às 21h00, decorrerá um evento virtual de formação médica nas áreas da diabetes e insuficiência cardíaca com fração de ejeção reduzida, intitulado “O Paradigma da Diabetes e da Insuficiência Cardíaca está a mudar”.

Neste evento, que conta com organização da farmacêutica Bial, serão debatidos temas como “O paradigma da diabetes está a mudar”, no âmbito da qual terá lugar uma comunicação intitulada “Faz sentido tratar a DMT2 sem prevenir as complicações cardiorrenais?”; serão apresentadas evidências científicas do estudo DAPA-HF, no âmbito da abordagem terapêutica da insuficiência cardíaca com fração de ejeção reduzida; e, ainda no contexto das inovações no tratamento desta síndrome, haverá espaço para discussão sobre “Qual o papel dos diferentes cuidados de saúde neste novo paradigma?”.

Em “O Paradigma da Diabetes e da Insuficiência Cardíaca está a mudar” vão participar oradores nacionais de referência em várias especialidades, nomeadamente Cristina Gavina, José Silva Cardoso e Rui Baptista, na área da Cardiologia; Paulo Bettencourt e Pedro Moraes Sarmento, ambos internistas; Miguel Melo, endocrinologista; e José Pedro Antunes, especialista de Medicina Geral e Familiar.

O evento terá a duração aproximada de uma hora e meia e o registo está acessível através da página bialdiabetes.pt/registo

A mudança necessária
Editorial | Jornal Médico
A mudança necessária

Os últimos meses foram vividos por todos nós num contexto absolutamente anormal e inusitado.

Atravessamos tempos difíceis, onde a nossa resistência é colocada à prova em cada dia, realidade que é ainda mais vincada no caso dos médicos e restantes profissionais de saúde. Neste âmbito, os médicos de família merecem certamente uma palavra de especial apreço e reconhecimento, dado o papel absolutamente preponderante que têm vindo a desempenhar no combate à pandemia Covid-19: a esmagadora maioria dos doentes e casos suspeitos está connosco e é seguida por nós.

Mais lidas