Congresso do Internato Médico CUF sobre Imagiologia realiza-se em outubro
DATA
28/07/2020 11:18:48
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Congresso do Internato Médico CUF sobre Imagiologia realiza-se em outubro

A Imagiologia vai ser o tema central do 7.º Congresso do Internato Médico CUF, agendado para os dias 16 e 17 de outubro, no novo auditório do Hospital CUF Tejo.

Devido às restrições de número de lugares no auditório, além da audiência presencial, o primeiro dia do congresso será transmitido via streaming, numa plataforma digital que requer inscrição.

Num programa que tem início às 08:30 e decorre até às 18:30, o dia 16 de outubro será marcado por cinco temáticas, divididas em diversos subtemas associados à Imagiologia.

São elas “Internato e carreiras médicas”; “Imagiologia: o presente”, na qual se incluem a perspetiva histórica e técnicas de aquisição de imagem, a comunicação com serviço de radiologia e a radiologia do doente agudo; “Imagiologia: o futuro”, que abordará a teleradiologia e teleconsulta, a perspetiva futura da radiologia de intervenção, bem como a neurorradiologia de intervenção e neurociências; “Conversas CUF” sobre o impacto da pandemia de Covid-19 na formação médica; e, por fim, “Imagiologia: diferenciação e multidisciplinaridade”, que terá espaço para a segurança dos exames radiológicos na gravidez, a radiologia na criança, a oncologia gastro-intestinal e para "um projeto clínico diferenciador".

Já o dia 17 de outubro é dedicado a workshops, sendo estes presenciais, na CUF Tejo, e destinados a médicos internos de formação geral e específica.

“Suturas”, “Point of care ultrasound (POCUS) de adulto”, “Point of care ultrasound (POCUS) pediátrico”, “Cateteres ecoguiados”, “RX tórax + ECG”, “Via aérea difícil: técnica de cricotirotomia/ traqueotomia” e “Sessão interativa de casos clínicos” serão os destaques do segundo dia do congresso.

O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Editorial | Jornal Médico
O novo normal e a nova realidade – que alterações provocadas pela pandemia vieram para ficar?
Acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. Encontrar uma nova visão e adotar uma nova estratégia útil na nossa prática clínica quotidiana. Valorizar as unidades de saúde por estarem a dar as respostas adequadas e seguras é o mínimo que se exige, mas é urgente e inevitável um plano de investimento nos centros de saúde do Serviço Nacional de Saúde.

Mais lidas