Covid-19: Portugal fez quase 1,5 milhões de testes desde o início da pandemia
DATA
22/07/2020 17:26:11
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Covid-19: Portugal fez quase 1,5 milhões de testes desde o início da pandemia

Portugal realizou 1,48 milhões de testes à Covid-19, revelou hoje a secretária de Estado Adjunta e da Saúde, Jamila Madeira, na conferência de imprensa sobre a evolução da pandemia no país.

A governante salientou que se “mantém a capacidade de realização de testes”, com uma “tendência ascendente” em julho face a junho, registando este mês uma média diária de 13.670 provas. Simultaneamente, Jamila Madeira enfatizou a importância do alargamento da rede laboratorial de 20 para 98 laboratórios em julho, com presença em todo o território.

“Este alargamento da capacidade laboratorial tem sido determinante na resposta eficaz à pandemia e será ainda este ano substancialmente reforçada com o novo investimento, conforme previsto no Programa de Estabilização Económica e Social e acomodado no Orçamento Suplementar”, frisou.

A secretária de Estado Adjunta e da Saúde considerou ainda que o reforço já previsto para a medicina intensiva, recursos humanos, meios de saúde pública e sistemas informáticos, além do aumento do orçamento inicial da saúde para 2020, sublinham “uma opção clara pela robustez e capacidade da resposta do Serviço Nacional de Saúde” (SNS) face ao desafio da pandemia e da prestação dos outros cuidados de saúde.

Jamila Madeira defendeu que o Ministério da Saúde está a trabalhar na salvaguarda do futuro do SNS, quer pela estratégia global do governo, quer pela apresentação do Plano de Recuperação Económica 2020-2030, e destacou a criação de um grupo de trabalho coordenado pela Autoridade Central dos Sistemas de Saúde e com a participação das ARS [Administrações Regionais de Saúde] para elaborar uma proposta de plano plurianual de investimentos.

“Deverá também avaliar e propor medidas com vista à gestão eficiente da rede de equipamentos e instalações do SNS. Esta proposta de plano plurianual de investimentos do Ministério da Saúde – prevendo a planificação global e integrada de investimentos em equipamento e instalações nos próximos 10 anos – deverá estar elaborada a tempo da discussão do próximo Orçamento do Estado”, notou.

Preparados para o Futuro? // Preparar o Futuro
Editorial | Conceição Outeirinho
Preparados para o Futuro? // Preparar o Futuro

O início da segunda década deste século, foram anos de testagem. Prova intensa, e avassaladora aos serviços de saúde e aos seus profissionais, determinada pelo contexto pandémico. As fragilidades do sistema de saúde revelaram-se de modo mais acentuado, mas por outro lado, deu a conhecer o nível de capacidade de resposta, nomeadamente dos seus profissionais.