Covid-19: Linha de apoio psicológico do SNS atendeu 16 mil chamadas e continua ativa
DATA
15/06/2020 15:10:37
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




Covid-19: Linha de apoio psicológico do SNS atendeu 16 mil chamadas e continua ativa

A linha de acompanhamento psicológica do serviço SNS 24 atendeu “cerca de 16 mil chamadas”, desde o início da pandemia de Covid-19, das quais 1.500 foram de profissionais de saúde, revelou o secretário de Estado da Saúde.

António Lacerda Sales destacou que a linha “foi um serviço muito importante durante o confinamento” e “continua disponível para esclarecer dúvidas e angústias, todos os dias, a qualquer hora”.

Criada a 1 de abril, a linha de aconselhamento psicológico tinha permitido, até 14 de maio, o atendimento de cerca de 9.500 chamadas, mil das quais efetuadas por profissionais de saúde, segundo revelou na altura o governante.

Na ocasião, a linha funcionava com 64 psicólogos, que tiveram formação específica para o efeito, nomeadamente para intervenção psicológica em situação de crise.

“É um serviço disponível para todos os cidadãos, que não devem hesitar em usar em caso de stress, ansiedade, dificuldades em lidar com o isolamento social, entre outras matérias”, frisou o secretário de Estado.

Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve
Editorial | Gil Correia
Urgências no SNS – só empurrar o problema não o resolve

É quase esquizofrénico no mesmo mês em que se discute a carência de Médicos de Família no SNS empurrar, por decreto, os doentes que recorrem aos Serviços de Urgência (SU) hospitalares para os Centros de Saúde. A resolução do problema das urgências em Portugal passa necessariamente pelo repensar do sistema, do acesso e de formas inteligentes e eficientes de garantir os cuidados na medida e tempo de quem deles necessita. Os Cuidados de Saúde Primários têm aqui, naturalmente, um papel fundamental.