Internistas incentivam famílias a não consumir açúcar para comemorar Dia Mundial da Diabetes
DATA
11/11/2019 12:18:00
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS


Internistas incentivam famílias a não consumir açúcar para comemorar Dia Mundial da Diabetes

No âmbito das comemorações do Dia Mundial da Diabetes, celebrado a 14 de novembro, o Núcleo de Estudos de Diabetes Mellitus (NEDM), inserido na Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI), incita as famílias portuguesas a não consumirem açúcar, por um dia.

Sob o mote deste ano – “Família e a Diabetes” –, o coordenador do NEDM afirma que o “desafio passa por convidar as famílias a realizar uma experiência de um dia” onde excluem alimentos como “bolos, doces, cereais, refrigerantes, bebidas alcoólicas, entre muitos outros”. Esta “iniciativa interativa” tem como objetivo “sensibilizar a população a adotar um estilo de alimentação mais saudável, de modo a reduzir o risco de desenvolver diabetes, uma doença que afeta, em média, um a três portugueses adultos”, explica o internista.

Tendo em conta que a diabetes é uma doença crónica que afeta já um milhão de pessoas em Portugal, o presidente da SPMI, João Araújo Correia, destaca o “papel do especialista de Medicina Interna no contexto hospitalar e na promoção da discussão pública e científica ligada às diversas temáticas da saúde”, incluindo nestas “ações de consciencialização da população”.

Segundo o Observatório da Diabetes em Portugal, há ainda 500 mil pessoas que não sabem que têm a doença. A nível mundial, os dados apontam para cerca de 500 milhões de indivíduos diagnosticados com diabetes, prevendo-se que este valor aumente exponencialmente nos próximos anos.

DESconfinar sem DISconfinar: Um desafio para inovar e aproveitar a oportunidade
Editorial | Rui Nogueira, Médico de Família e presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar
DESconfinar sem DISconfinar: Um desafio para inovar e aproveitar a oportunidade
Depois de três meses de confinamento é necessário aceitarmos a prudência de DES”confinar sem DISconfinar. Não vamos querer “morrer na praia”! As aprendizagens da pandemia Covid-19 são uma ótima oportunidade para acertar procedimentos e aperfeiçoar métodos de trabalho. O estado de emergência e o estado de calamidade ensinaram-nos muito! É necessário desconfinar o centro de saúde com uma nova visão e reinventar o conceito com unidades de saúde aprendentes e inovadoras.

Mais lidas