Jornal Médico Grande Público

CHULC cria provedor do doente
DATA
18/04/2019 16:02:18
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

CHULC cria provedor do doente

Comemorando o Dia Europeu dos Direitos dos Doentes, que se assinala amanhã, 18 de abril, o Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central (CHULC) vai passar a contar com um provedor do doente, figura de prestígio que terá como preocupação central ouvir ativamente e dar resposta aos doentes que procuram ajuda e esclarecimento sobre o atendimento e cuidados prestados em todas as áreas clínicas que compõem o centro nos seus seis polos hospitalares.

O Estatuto do Provedor, entretanto aprovado, enquadra-se na mudança de paradigma que se pretende aplicar ao novo Hospital de Lisboa, a construir na zona oriental, e que tem como princípio-base trazer o doente para o processo de decisão. O Provedor, na sua função de dar voz aos cidadãos que recorrem ao hospital, levará em conta os atuais desafios do Serviço Nacional de Saúde, que passam pelo recrudescimento das exigências da comunidade, pelo aumento das tecnologias na prestação de cuidados de Saúde, a par de uma maior longevidade e de uma acrescida incidência das doenças crónicas.

A resposta a estes desafios exige um envolvimento mais incisivo do doente e da sua família nas instituições de saúde, permitindo potenciar o sentimento de confiança e o grau de satisfação dos cidadãos. O Provedor do Doente, atuando como seu representante junto do Conselho de Administração, constitui peça essencial deste modelo mais participado, em que “o hospital segue o doente”, e não o contrário, e em que se aposta no desenvolvimento das relações doente-hospital, antecipando as necessidades, programando a atividade de acordo com as caraterísticas específicas dos doentes e ativando os recursos internos de forma integrada.

Relatório Primavera: verdades e consequências
Editorial
Rui Nogueira
Relatório Primavera: verdades e consequências

“Ó Costa aguenta lá o SNS” foi o pedido de António Arnaut em maio do ano passado, poucos dias antes de nos deixar. Mas o estado da saúde em Portugal está mal ou bem ou vai indo? Está melhor ou pior? O SNS dá as respostas úteis às necessidades de saúde da população? O Relatório de Primavera ajuda a fazer interpretações fundamentadas.

news events box

Mais lidas