36.º ENMGF: Parceria ibero-americana “na linha da frente” pela MGF
DATA
14/03/2019 16:38:02
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS




36.º ENMGF: Parceria ibero-americana “na linha da frente” pela MGF

“Na década de 80, a génese da Medicina Geral e Familiar (MGF) portuguesa inspirou-se no modelo da Medicina próxima da família praticada na América-Latina, pelo que tem para nós um enorme significado contar com a presença da Confederação Ibero-americana de Medicina Familiar (CIMF) no nosso 36.º Encontro Nacional”.

Foi desta forma que o presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF), Rui Nogueira, se congratulou com a participação da CIMF na reunião magna dos médicos de família (MF) portugueses, que decorre até ao próximo sábado, em Braga.

Abraçando o lema do evento, a presidente da CIMF, Jacqueline Ponzo, afirmou que “não há outra forma de viver a MGF, senão na linha da frente”. Na cerimónia de abertura do 36.ºENMGF, a responsável avançou que “é na linha da frente que nós, médicos de família ibero-americanos, partilhamos uma vocação de luta e de responsabilidade, porque estamos conscientes da força e importância da nossa especialidade, tanto para os cidadãos, como para os sistemas nacionais de saúde”.

Jacqueline Ponzo alertou para as atuais ameaças aos sistemas públicos de saúde e aos “avanços já consolidados” – de que é exemplo o Serviço Nacional de Saúde (SNS) –, entre as quais se destacam a mercantilização da saúde e a burocratização da Medicina.

A presidente da CIMF instigou os colegas portugueses e, muito em particular, os internos da especialidade, a trabalharem “juntos e em equipa, neste movimento de linha da frente pela MGF”.

MGF 2020-30: Desafios e oportunidades
Editorial | Gil Correia
MGF 2020-30: Desafios e oportunidades

Em março de 2020 vivemos a ilusão de que algumas semanas de confinamento nos libertariam para um futuro sem Covid-19. No resto do ano acreditámos que em 2021 a realidade voltaria. Mas, por definição, a crise é uma mudança de paradigma. O normal mudou. Importa que a Medicina Geral e Familiar se adapte e aproveite as oportunidades criadas. A Telemedicina, a desburocratização e um ambiente de informação, amigável flexível e unificado são áreas que me parecem fulcrais na projeção da MGF no futuro.

Mais lidas