Air Liquide Healthcare lança website dedicado à apneia do sono
DATA
25/05/2017 17:34:00
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS



Air Liquide Healthcare lança website dedicado à apneia do sono

A Air Liquide Healthcare lança hoje um website com uma abordagem inovadora e educativa sobre a apneia do sono, uma patologia que aumenta o risco e desenvolvimento de outras doenças, como as cardiovasculares. O lançamento ocorre por ocasião do Congresso Lufada do Atlântico, organizado pela Associação Portuguesa do Sono (APS), em Angra do Heroísmo, amanhã e sexta-feira.

A plataforma www.all-about-sleep-apnea.com/pt-pt destina-se a doentes com apneia do sono e também a profissionais de saúde e pretende sensibilizar e informar a população sobre as consequências desta síndrome e a forma de a tratar. Inclui várias rúbricas com testemunhos escritos, vídeos de doentes e de médicos especialistas. A patologia caracteriza-se por interrupções breves e repetidas na respiração, as quais podem durar entre 10 a 60 segundos, ou até mais, e podem repetir-se centenas de vezes durante a noite.

A síndrome Obstrutiva da Apneia do Sono (SAOS) é causada pelo bloqueio temporário da via aérea superior. Pode manifestar-se em pessoas de todas as idades, tanto homens como mulheres. Estima-se que a prevalência na população adulta a nível mundial seja de 1 a 6%.  A Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono tem um efeito direto na qualidade de vida e na saúde, e pode provocar transtornos cardiovasculares graves, tais como enfartes do miocárdio e acidentes vasculares cerebrais. Os dados indicam ainda que cerca de 80% das pessoas afetadas não sabem que sofrem de apneia do sono.

O diretor-geral da Air Liquide Home Healthcare em Portugal, Jorge Correia, considera que “como ator relevante no tratamento da apneia do sono, é nossa responsabilidade informar os doentes e ajudá-los a entender melhor a sua doença. Este é o objetivo do novo website que, para além disso evidencia a aposta da Air Liquide Healthcare para com a inovação e o compromisso de melhorar a qualidade de vida dos nossos doentes. Esta proposta é de interesse para a população em geral”.

800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde
Editorial | Jornal Médico
800 milhões de euros para o Serviço Nacional de Saúde

Se não os tivéssemos seria bem pior! O reforço do Programa Operacional da Saúde com 800 milhões de euros pode ser entendido como sinal político de valorização do setor da saúde. Será uma viragem na política restritiva? O Serviço Nacional de Saúde (SNS) de 40 anos precisa de cuidados intensivos! Há novos enquadramentos, novas responsabilidades, novas ideias e novas soluções. É urgente pensarmos na nova década com rigor e disponibilidade sincera.

Mais lidas