Idanha-a-nova: Câmara Municipal e Fundação desenvolvem projeto de saúde em parceria
DATA
22/02/2017 09:50:41
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Idanha-a-nova: Câmara Municipal e Fundação desenvolvem projeto de saúde em parceria

A Câmara Municipal de Idanha-a-Nova e a Fundação Álvaro Carvalho (FAC) vão efetuar o levantamento do estado de saúde da população daquele concelho e responder aos problemas e às carências identificadas em especialidades médicas.

"O objetivo é fazermos um levantamento do estado de saúde da população [Idanha-a-Nova] e poder dar uma resposta significativa aos problemas e carências detetadas. Estamos muito gratos que a FAC nos dê apoio, sobretudo onde há dificuldade em ter determinadas especialidades médicas", explicou hoje à Agência Lusa o presidente deste município do distrito de Castelo Branco.

O autarca adiantou que a questão da saúde é crucial para Idanha-a-Nova e confessou ser importante que este seja um motivo positivo para as pessoas que queiram viver e instalar-se no concelho, a par da educação e de outras áreas onde o município tem feito um esforço no investimento.

A FAC, entidade sem fins lucrativos, propõe-se a desenvolver uma missão social, no âmbito da Medicina, em zonas do interior do país mais carenciadas de cuidados de saúde.

Em Idanha-a-Nova, aquela Fundação vai avançar com a realização de rastreios e fazer a sinalização das doenças que existem nas freguesias em áreas como a Cardiologia, Oftalmologia, Dermatologia, doenças do foro oncológico e outras que posteriormente a fundação ajudará a resolver em articulação com o município e o próprio Serviço Nacional de Saúde (SNS).

O médico aposentado e diretor da fundação, Álvaro Carvalho, explicou que esta visa suprir carências e trabalhar em conjunto com quem está no terreno para ajudar a resolver esses problemas.

"Para o efeito, a câmara de Idanha-a-Nova vai disponibilizar uma carrinha devidamente equipada na área de saúde que terá técnicos e um enfermeiro e que irá fazer as sinalizações que existem em áreas como a cardiologia, dermatologia, oncologia e outras em que depois a fundação nos dará colaboração", frisou o autarca.

O município vai ainda disponibilizar uma outra carrinha para a instalação do Espaço Cidadão Móvel, que em breve irá entrar em funcionamento no concelho, sendo que estabeleceu uma parceria com a Agência para a Modernização Administrativa (AMA).

O objetivo passa por levar os serviços e facilitar o acesso dos cidadãos das freguesias à Administração Pública, aumentar a literacia digital e promover a utilização dos canais online.

A AMA dá a formação, seja ela presencial ou ‘online’, o equipamento informático e periféricos e apoio de centro de contacto telefónico. Em contrapartida, o município disponibiliza o veículo e a sua respetiva homologação após a transformação e os recursos humanos necessários.

MGF 2020-30: Desafios e oportunidades
Editorial | Gil Correia
MGF 2020-30: Desafios e oportunidades

Em março de 2020 vivemos a ilusão de que algumas semanas de confinamento nos libertariam para um futuro sem Covid-19. No resto do ano acreditámos que em 2021 a realidade voltaria. Mas, por definição, a crise é uma mudança de paradigma. O normal mudou. Importa que a Medicina Geral e Familiar se adapte e aproveite as oportunidades criadas. A Telemedicina, a desburocratização e um ambiente de informação, amigável flexível e unificado são áreas que me parecem fulcrais na projeção da MGF no futuro.

Mais lidas