Jornal Médico Grande Público

Pareceres de Medicina Legal disponíveis em serviço privado

best medical opinion
É agora possível recorrer a um serviço médico-legal privado - para lá do existente no contexto público - através da Best Medical Opinion (BMOp).

“Não é raro haver dúvidas, junto de familiares de vítimas mortais e dos seus representantes legais, sobre se há fundamento para se avançar para processos judiciais. Por outro lado, existem muitas vezes divergências de opinião médico-legal, quer em contexto de avaliação de dano em pessoas vivas, quer em contexto de avaliação post-mortem, em âmbito judicial e extrajudicial”, explica Pedro Meira e Cruz, diretor da BMOp.

Dada esta tendência crescente a empresa, que completa cinco anos de existência, alargou o leque de pareceres à área da medicina legal.

A BMOp garante que os pareceres médico-legais, baseados em elementos clínicos e outras peças processuais facultados pelo cliente, são sempre assinados por médicos com formação específica ministrada em colaboração com o Instituto Nacional de Medicina Legal e Ciências Forenses (INMLCF).

Este novo serviço está integrado nas atividades periciais, já desenvolvidas pela empresa, com peritos disponíveis para comparecerem em diligências como, por exemplo, em tribunal.

Fica assim materializada uma via alternativa à disponibilizada pelas entidades públicas. Uma nova realidade que, assegura Pedro Meira e Cruz, representa também o lema da Best Medical Opinion, “uma instituição independente, ao serviço dos cidadãos e da justiça,na saúde e na doença”.

Nos primeiros quatro anos de atividade, a BMOp registou um número médio anual de 100 casos. Este ano, o diretor da empresa prevê “um balanço final, em dezembro, acima dos 150 pedidos” e acrescenta: “é uma realidade que muito nos satisfaz, também por nos sentirmos úteis na concretização de mais e melhor justiça em Portugal”.

Assim, os pareceres da Best Medical Opinion permitem agora esclarecer não só dúvidas relacionadas com diagnóstico, tratamentos, procedimentos, exames médicos, atos médicos, como também dúvidas de carácter médico-legal e discussão de questões médico-legais, incluindo questões no âmbito de processos em que há dúvidas sobre a existência ou não de “erro médico”; processos no âmbito de situações de alegada negligência médica entre outros.

Saúde Pública

news events box

Mais lidas