Jornal Médico Grande Público

Projeto que envolve investigadores portugueses e CMU monitoriza programas de exercício e reabilitação
DATA
25/08/2017 11:26:15
AUTOR
Jornal Médico
ETIQUETAS

Projeto que envolve investigadores portugueses e CMU monitoriza programas de exercício e reabilitação

Chama-se Vizzy e tem uma missão especial: monitorizar, controlar e avaliar programas de exercício e reabilitação, com principal ênfase em grupos de utilizadores com necessidades especiais como idosos, obesos e pacientes com deficiências motoras.

O Vizzy é um robô assistente que está a ser desenvolvido no âmbito do projeto de Assistência Humana Aumentada (AHA) que é liderado em Portugal pelo investigador Alexandre Bernardino do Instituto Superior Técnico, da Universidade de Lisboa, e na Carnegie Mellon University (CMU), nos EUA, por Daniel P. Siewiorek e Asim Smailagic.

O AHA, uma iniciativa empreendedora de investigação do CMU Portugal, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, envolve equipas de investigação da Carnegie Mellon University, o Instituto de Sistemas e Robótica do Instituto Superior Técnico e a Faculdade de Motricidade Humana, ambos da Universidade de Lisboa, a Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, o Madeira Interactive Technologies Institute e as empresas Plux - Engenharia de Biosensores e YDreams Robotics.

Um dos primeiros testes com o Vizzy foi efetuado no passado dia 22 de agosto com 15 utentes do Centro Comunitário Nª Sr.ª dos Milagres, um equipamento social da Cáritas de Coimbra, localizado em Cernache. Este centro apoia cerca de 80 pessoas idosas, metade delas em regime de centro de dia e a outra metade em regime de apoio domiciliário.

A oportunidade de realizar os testes num centro da Cáritas Diocesana de Coimbra surgiu com o envolvimento desta instituição no projeto GrowMeUp cujo objetivo é desenvolver e testar um robô inovador (o GrowMu), que irá apoiar pessoas com mais de 65 anos nas suas atividades diárias. 

Registe-se

news events box

Mais lidas